sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Burquina Fasso (Uagadugu)

DADOS PRINCIPAIS


Nome oficial: Burkina Fasso (República do Burkina / Burkina Fasso).
Nacionalidade: Burquinense.
Data nacional: 11 de dezembro (Proclamação da República).
Capital: Uagadugu.
Cidades principais: Uagadugu (690.000), Bobo Dioulasso (300.000), Koudougou (105.000) (1993); Ouahigouya (38.902) (1995); Banfora (35.319) (1985).
Idioma: francês (oficial), línguas regionais (principal: mossi).
Religião: crenças tradicionais 44,8%, islamismo 43%, cristianismo 12,2% (católicos 9,8%, protestantes 2,4%) (1980).

GEOGRAFIA

Localização: oeste da África.
Hora local: + 3h.
Área: 274.200 km2.
Clima: tropical.
Área de floresta: 43 mil km2 (1995).

POPULAÇÃO

Total: 11,9 milhões (2000), sendo grupos étnicos autóctones 97,2% (principais: mossis 30%, mandingas 8,8%, peules 8,3%, lobis 6,9%, bobos 6,8%, senufos 5,3%, grússis 5,1%, gurmanches 4,8%, fulanis 3,3%, outros grupos, 17,9%), outros 2,8% (1996).
Densidade: 43,4 hab./km2.
População urbana: 17% (1998).
População rural: 83% (1998).
Crescimento demográfico: 2,7% ao ano (1995-2000).
Fecundidade: 6,57 filhos por mulher (1995-2000).
Expectativa de vida M/F: 44/45 anos (1995-2000).
Mortalidade infantil: 99 por mil nascimentos (1995-2000).
Analfabetismo: 77% (2000).
IDH (0-1): 0,303 (1998).

POLÍTICA

Forma de governo: República com forma mista de governo.
Divisão administrativa: 45 províncias.
Partido político: Congresso pela Democracia e Progresso (CDP).
Legislativo: bicameral - Assembléia Nacional, com 111 membros eleitos por voto direto para mandato de 5 anos; Câmara dos Representantes, com 178 membros nomeados a cada 3 anos.
Constituição em vigor: 1991.

ECONOMIA

Moeda: franco CFA.
PIB: US$ 2,6 bilhões (1998).
PIB agropecuária: 33% (1998).
PIB indústria: 27% (1998).
PIB serviços: 40% (1998).
Crescimento do PIB: 3,5% ao ano (1990-1998).
Renda per capita: US$ 240 (1998).
Força de trabalho: 5 milhões (1998).
Agricultura: algodão com caroço, sorgo, milhete, milho, arroz.
Pecuária: bovinos, ovinos, caprinos, aves.
Pesca: 8 mil t (1997).
Mineração: ouro.
Indústria: beneficiamento de algodão, alimentícia (principal: açúcar), têxtil, couro e peles, bebidas alcoólicas (cerveja).
Exportações: US$ 327 milhões (1997).
Importações: US$ 735 milhões (1997).
Parceiros comerciais: França, Costa do Marfim, Japão.

DEFESA

Efetivo total: 5,8 mil (1998).
Gastos: US$ 78 milhões (1998).

Burkina Faso



Burquina Fasso (Uagadugu)


Nome Oficial: Burkina Faso

Capital de Burkina Faso: Ouagadougou
Área: 274.200 km² (72º maior)
População: 13.228.460 (2003)
Idiomas Oficiais: Francês
Moeda: FrancoCFA
Nacionalidade: Burquinense, burquinabê
Principal Cidade: Ouagadougou


Burquina Fasso (Uagadugu)


O Burkina Faso (ou Burkina Fasso, por vezes aportuguesado como Burquina Faso), antigo Alto Volta, é um país africano limitado a oeste e a norte pelo Mali, a leste pelo Níger, e a sul pelo Benin, pelo Togo, por Gana e pela Costa do Marfim. Sua capital é a cidade de Uagadugu.


História de Burkina Faso

Pré-história

Tal como toda a África ocidental, o Burkina Faso foi povoado em tempos remotos, com destaque para os caçadores-recolectores da parte noroeste do país (12 000 a 5 000 a.C.), cujas ferramentas (raspadeiras, cinzéis e pontas de seta) foram descobertos em 1973. Entre 3 600 e 2 600 a.C. surgiram povoamentos de agricultores, e os vestígios dessas estruturas deixam a impressão de edifícios relativamente permanentes. O uso do ferro, cerâmica e pedra polida desenvolveu-se entre 1 500 e 1 000 a.C., tal como a preocupação com os assuntos espirituais, como é demonstrado pelos restos de enterramento que têm sido descobertos.

O Burkina Faso foi uma região economicamente importante para o Império Songhai, que existiu entre o século XV e o século XVI.
Relíquias dos Dogon são encontradas nas regiões centro-norte, norte e noroeste. Este povo saiu da área entre os séculos XV e XVI a.C. para se ir instalar nas colinas de Bandiagara. Encontram-se restos de muros altos no sudoeste do Burkina Faso (e também na Costa do Marfim), mas o povo que os construiu ainda não foi definitivamente identificado.

Da colónia à independência

Em 1896, o reino Mossi de Ouagadougou tornou-se protectorado francês depois de ser derrotado pelas forças francesas. Em 1898, a maior parte da região que corresponde hoje ao Burkina Faso foi conquistada. Em 1904, estes territórios foram integrados na África Ocidental Francesa, no coração da colónia do Alto-Senegal-Niger (Haut-Sénégal-Niger).

Os seus habitantes participaram na Primeira Guerra Mundial nos batalhões da Infantaria Senegalesa (Tirailleurs sénégalais). O território foi originalmente administrado a partir da Costa do Marfim, mas transformou-se numa colónia separada em 1919. A 1 de Março de 1919, François Charles Alexis Édouard Hesling transformou-se no primeiro governador da nova colónia do Alto Volta, que foi dissolvida a 5 de Setembro de 1932, sendo dividida entre a Costa do Marfim, o Mali e o Niger.

A 4 de Setembro de 1947, o Alto Volta foi recriado nas suas fronteiras de 1932. A 11 de Dezembro de 1958, alcançou o auto-governo, e tornou-se numa república membro da Comunidade Franco-Africana (La Communauté Franco-Africaine). A independência completa foi atingida em 1960. O primeiro golpe militar ocorreu em 1966, e o país regressou ao governo civil em 1978. Em 1980 deu-se outro golpe, liderado por Saye Zerbo, que foi derrubado em 1982. Um contra-golpe foi lançado em 1983, deixando no poder o capitão Thomas Sankara. O actual presidente é Blaise Compaoré, que chegou ao poder em 1987 depois de um golpe de estado que matou Thomas Sankara.

Política de Burkina Faso

A constituição do Burkina Faso de 2 de Junho de 1991 estabeleceu um governo semi-presidencial com um parlamento (assemblée) que pode ser dissolvido pelo Presidente da República, que é eleito para mandatos de 5 anos.
Este prazo foi estabelecido numa revisão da constituição levada a cabo em 2000, que reduziu a duração do mandato que anteriormente era de 7 anos, o que só será posto em prática em 2005 aquando das eleições presidenciais seguintes.
Outra mudança aprovada na revisão impediria o actual presidente, Blaise Campaore, de ser reeleito.
No entanto, uma vez que Campaore foi eleito em 1998, não está claro se a revisão será aplicada retroactivamente ou não. O parlamentro consiste de duas câmaras: a câmara baixa (l'Assemblée Nationale) e a câmara alta (la Chambre des Représentants).
Também existe uma câmara constitucional, composta por dez membros, e um conselho económico e social cujos papéis são principalmente consultivos.

Geografia de Burkina Faso

O Burkina Faso (anteriormente com o nome de Alto Volta) é um país do Sahel, sem litoral, que faz fronteira com seis nações. Estende-se entre o deserto do Sahara e o golfo da Guiné, a sul da curva do rio Níger. O terreno é verde no sul, com florestas e árvores de fruto, e desértico no norte. A maior parte do Burkina Faso central fica num planalto baixo, coberto por savana, a uma altitude de 200 - 300 metros, com campo aberto, bosques e árvores isoladas. As reservas de caça do Burkina Faso — as mais importantes das quais são as de Arly, Nazinga, e do Parque Nacional W — contém leões, elefantes, hipopótamos, macacos, facocheros e antílopes. O turismo não está bem desenvolvido.
O total de precipitação anual varia entre 100 centímetros no sum e menos de 25 centímetros no norte e nordeste, onde os ventos quentes do deserto acentuam a secura da região. O Burkina Faso tem três estações diferentes: morna e seca (de Novembro a Março), quente e seca (de Março a Maio) e quente e húmida (de Junho a Outubro). Os rios não são navegáveis.

Economia de Burkina Faso

O Burkina Faso é um dos países mais pobres do mundo, com alta densidade demográfica e uma renda per capita inferior a US$ 300. Mais de 80% da população do país depende da agricultura de subsistência, altamente vulnerável à escassez de chuvas.
Burkina Faso Possui o teceiro pior Índice de Desenvolvimento Humano(IDH) do mundo. As indústrias virtualmente inexistem.

Demografia de Burkina Faso

A maioria da população vive no Sahel (região do Saara). Os Mossi, os habitantes originais, gozam de grande influência política. Alfabetização do 24%. A saúde se concentra em serviços de atendimento primário e em vacinação.

População (hab): 10,891,000.
Taxa anual de crescimento (%): 2.6
Densidade demográfica (hab./km²): 39.7
População urbana (%): 17.
População Ativa (%-1988): 78.1



Burquina Fasso (Uagadugu)

INTERESSADOS EM PACOTES TURÍSTICOS PARA QUALQUER LUGAR NOS PROCURE. TRABALHAMOS COM AS MELHORES OPERADORAS TURÍSTICAS, CVC, PNX, AGAXTUR, INTRAVEL E ATÉ A PRÓPRIA SAKS MONTA PACOTES. CONFIRA OU ENTRE EM CONTATO COM A SAKS VIAGENS E TURISMO. VEJA OS NOSSOS PACOTES!


VIAJE BEM! VIAJE SAKS!
(61) 3352-3454/91613691
Email: brasilia_dalma@saks.tur.br
Msn: dalmasb@hotmail.com.br
http://www.saks.tur.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário