segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Los Angeles

Los Angeles

Los Angeles é conhecida como The Empire of the West, e o prédio mais alto do oeste dos Estados Unidos, bem no centro, é um de seus símbolos mais conhecidos. Os íntimos a conhecem por LA, e sua principal característica é a profusão de auto-estradas para todos os lados. A 2a maior cidade americana, mais do que qualquer outro lugar do mundo, foi construída para os automóveis. E o seu tamanho, com uma área aproximada de 100 por 80 km, formada por dezenas de municípios que foram se emendando aos poucos, e com poucos transportes coletivos, torna isso uma necessidade. Com diversas comunidades, etnias, línguas, cores e credos, regiões pouco recomendáveis e bairros lindíssimos, a Cidade dos Anjos pode fascinar ou assustar, dependendo de onde você estiver.



Los Angeles - EUA

Esta foto foi batida no centro da cidade, e dá para ver os modernos prédios ao fundo. No entanto, uma caminhada pelo centro da cidade pode ser bem menos glamorosa do que aparenta. Nessa curta caminhada descobrimos centros comerciais elegantíssimos, freqüentados por homens e mulheres elegantes e bem vestidos, saindo de reluzentes carrões, e poucas quadras adiante, uma cidade completamente diferente, com prédios abandonados e ruas que pareciam ter sido trazidas de países miseráveis, freqüentadas por um universo composto por gente de aspecto pouco amigável, camelôs latinos, damas de reputação duvidosa e uma sujeira total. É como se fossem dois mundos completamente diferentes, um vivendo ao lado do outro. É o lado que nunca aparece nos cartões postais, o lado sombrio de toda cidade grande, e esta certamente não é exceção.


Centro da Cidade de Los Angeles - Eua


Dos diversos municípios que formam a grande Los Angeles, um dos mais agradáveis e procurados é Anaheim, famoso por ser aqui que fica a Disneyland, primeiro dos parques Disney. Devido a seu status de principal atração turística na região de LA, Anaheim concentra uma profusão de novos hotéis e motéis de preços muito convidativos, excelentes instalações, boas lojas de departamentos e tudo mais que um turista pode desejar para se divertir, fazer umas comprinhas etc etc. Quem visita Los Angeles com a família, não poderia escolher região mais adequada para se hospedar. Além da Disney, outro parque que vale uma visita é o Knotts Berry Farm, ao sul de Buena Park. A foto ao lado mostra a estátua de Walt Disney de mãos dadas com Mickey, tendo ao fundo o Castelo da Bela Adormecida. A propósito, em 2005 o parque comemorou 50 anos de sua inauguração.




Disneyland - Los Angeles - Eua

Quem quiser fazer umas comprinhas estará muito bem servido em Los Angeles. Além das tradicionais lojas de departamentos presentes em todo o país (veja a relação de algumas na página Dicas USA), há uma infinidade de shoppings. Entre os maiores estão o Del Amo Fashion Center (em Torrance, bem perto do litoral), Glendale Galleria (em Glendale), Lakewood Center Mall (Lakewood), Northridge Fashion Center (Northridge), Beverly Center (Beverly Hills), Puente Hills Mall (City of Industry), Montebello Town Center (Montebello), The Galleria at South Bay (Redondo Beach), Stonewood Center (Downey) e Los Cerritos Center (em Cerritos). Em Anaheim, o shopping mais próximo é o The Village at Orange Center, no município vizinho de Orange.


Beverly Hills - Los Angeles

Beverly Hills é o bairro mais bonito de Los Angeles, e é outra visita que não se pode perder. Entre estas ruas ornamentadas com palmeiras, ficam as mansões de muita gente conhecida do cinema. As bancas de revistas costumam vender um mapinha ilustrado, que traz a localização da residência de cada artista de cinema, ou astro da música, morador de Beverly Hills. Para quem preferir, também existem vários tours, onde se fica conhecendo suas mansões. O comércio do bairro tem seus pontos principais no Beverly Center, fantástico shopping de 7 andares, e na exclusiva Rodeo Drive, rua onde ficam as badaladas lojas de griffe da cidade. O shopping é ótimo e vale umas compras, mas a Rodeo Drive é pouco indicada para o turista que não quer gastar muito.


Beverly Hills - Los Angeles


Outro ponto popular da cidade é Little Tokyo (no centro, entre ruas 1st e 3rd), onde fica concentrada a vida cultural da comunidade japonesa. Na área em torno da Japanese Village Plaza estão dezenas de restaurantes, livrarias e lojas vendendo produtos típicos do Japão.
As áreas mais elegantes da cidade são os bairros de Beverly Hills, Bel Air, Westwood Village e Brentwood, e quem estiver de carro (ou seja, todo mundo por aqui) não deve deixar de dar uma circulada por estes bairro, e apreciar suas belas casas, mansões e belíssimo gramados e jardins.



Praia Santa Monica - Los Angeles

LA também tem suas praias. Santa Monica é a mais próxima de todas, e na prática serve como um tipo de playground de Los Angeles. Aqui costumam se reunir pessoas de todo tipo, para praticar esportes, andar de patins a vela, tocar música, ou o que bem quiser, fazendo dali, principalmente nos fins de semana, uma festa. Venha para cá numa tarde de domingo, e esteja preparado para andar de patins, comer pipoca, sorvete, ver gente soltando pipas, pescando e tomando banho de mar como em qualquer outra cidade a beira mar.
Um pouco mais ao sul de Santa Mônica está situada Venice, que ganhou este nome devido a grande quantidade de canais, a semelhança de sua prima italiana. Também é um local gostoso de se percorrer, e lembra uma pequena localidade praiana, com pequenos restaurantes, lojinhas, artesanato e um estilo de vida em nada semelhante ao agito de Los Angeles.


Hollywood - Los Angeles

Hollywood é a região mais famosa da grande Los Angeles. Na verdade é um município independente, mas na prática foi engolido pela megalópole. A região construiu sua fama durante os anos 20, quando os grandes estúdios de cinema deixaram a costa leste a procura de terrenos mais baratos e encontraram por aqui uma localidade tranqüila, com terras a preço de banana, e um clima ótimo, onde quase nunca chovia. Era a localização ideal para construção de grandes estúdios, e em pouco tempo Fox, RKO, Metro, Paramount e diversas outras empresas transformaram Hollywood na meca do cinema americano e num nome mágico no resto do mundo.
Hoje em dia as coisas estão um pouco diferentes. Sim, ainda há estúdios em Hollywood, embora eles não estejam tão acessíveis quanto antigamente, nem apresentem mais o mesmo glamour dos anos 30 ou 40. E também não espere encontrar galãs ou divas circulando pelas ruas em carrões. A Hollywood do cinema e televisão parece estar situada numa outra dimensão, pouco visível aos turistas comuns. O que se vê hoje em Hollywood é uma eterna multidão de turistas vagando de um lado para outro, tirando fotos de tudo que encontram pela frente, a procura de imagens que muitas vezes parecem estar muito mais nas lembranças e sonhos de cada um do que na realidade das ruas e prédios do bairro.


Centro da Cidade de Hollywood

Em Hollywood estão símbolos e ícones diversos, principalmente do que ficou conhecido como época dourada do cinema. Imensos teatros, como o El Capitan, prédios em estilo art deco, alguns com aspecto francamente decadente e centenas de lojinhas de souvenirs, vendendo todo tipo de artigo imaginável relacionado ao cinema, seus astros e estrelas. Ao lado, outra foto do Hollywood Boulevard.


Calçada da Fama

Um novo alento ao Hollywood Boulevard aconteceu com a inauguração do Kodak Theatre, majestoso prédio onde ocorre anualmente a entrega dos prêmios concedidos pela academia de cinema de Hollywood, o Oscar. Embora a noite este seja um bairro pouco recomendável, de dia é cheio de turistas, e é muito divertido caminhar pela calçada da fama, enfeitada com milhares de estrelas, cada uma trazendo o nome de uma celebridade da música, cinema ou teatro, e ver quem se conhece.


Hollywood Boulevard

Mais uma foto do Hollywood Boulevard, onde se pode ver a sucessão infindável de estrelinhas com nomes de celebridades, cobrindo as calçadas da avenida. Aliás, é interessante observar que a localização de cada estrela está diretamente ligada a importância do nome representado. Enquanto nomes em alta estão nos locais mais nobres da avenida, os de artistas esquecidos estão em áreas mais afastadas ou decadentes.
Durante décadas Hollywood tem atraído pessoas do mundo inteiro, que sonham em trabalhar no cinema, ganhar fama e fortuna, mas que ao chegar aqui descobrem que as coisas não são assim tão fáceis e acabam sem trabalho, residência e tendo que morar pelas ruas. Assim, evite passear por aqui à noite, pois o local é freqüentado por desocupados, mendigos e pessoas de aparência nada recomendável.



Kodak Theatre - Los Angeles

Ao lado, fachada do Kodak Theatre, onde é realizada anualmente a cerimônia de entrega do Oscar. Alguns estúdios ainda oferecem visitas guiadas para turistas, onde pretende-se exibir o o dia a dia de uma filmagem em seus estúdios. É um programa artificial, mesmo assim, aficionados podem ver de perto um estúdio por dentro. E quem sabe, ter a sorte de ver de perto uma Julia Roberts ou um Tom Cruise... :-)
Ao norte da cidade ficam os estúdios da Universal Pictures, outra ótima pedida para passar o dia. Grande parte dos filmes e séries de televisão produzidos pela Universal são feitos aqui, e o parque é semelhante aos existentes na Flórida, com diversas atrações para toda a família.
Esta bucólica e arborizada rua está situada apenas a três quadras do Hollywood Boulevard. Apesar de simpática, ela nos deixou uma recordação traumática. Chegamos aqui por acaso, quando nos recusamos a pagar os US$12 pelo estacionamento lá atrás, e deixamos o carro numa vaguinha ótima em frente a uma residência. Ao voltar, 3 horas depois, descobrimos apavorados que tínhamos sido multados em US$45 por estacionar nesta rua numa 2a feira, entre 10 e 14 horas, quando a prefeitura faz a limpeza da mesma. Moral da história: Preste muita atenção às placas de trânsito e aos dias da semana por aqui...
Outra visita interessante é ao Hollywood Bowl, um dos maiores anfiteatros do mundo. Sua programação de eventos é constante e de alto nível, desde shows de rock até orquestras sinfônicas. Foi aqui que os Beatles fizeram duas apresentações históricas. E na volta passe no Century City, um imenso shopping aberto, construído onde ficavam os antigos estúdios da Twenty Century Fox.


O Teatro Chinês -Los Angeles


O Teatro Chinês é uma das maiores salas de espetáculos da cidade, e muitas estréias das grandes produções de Hollywood acontecem aqui. Mas a principal razão da fama deste local são as marcas no concreto da calçada dos pés, mãos, braços ou pernas de uma infinidade de astros e estrelas do cinema, atuais e do passado. É emocionante ver a marca das mãos de Carmen Miranda, Clark Gable, John Wayne, Gene Kelly, Marylin Monroe, Frank Sinatra, Bette Davis, Eddie Murphy, Jack Nickolson, Pato Donald, e muitos outros mais, e os turistas costumam ficar horas caçando as marcas de seus ídolos.
Quem por acaso estiver em Los Angeles no início do ano e não tiver programa pode ir direto ao município de Pasadena, ao norte da cidade, para assistir a um dos eventos mais conhecidos e tradicionais do país, o Rose Parade, um desfile de carros alegóricos confeccionados com rosas e outras flores. Há mais de cem anos, este evento monopoliza as atenções do país, sendo até transmitido pela TV. Costumava ocorrer no dia primeiro de janeiro, mas agora acontece no dia 2.


Calçadas dos Pés

Ao lado uma foto do piso em concreto na entrada do Teatro Chinês. Alias, o nome correto deste local, é Grauman's Chinese Theatre em referência a Sid Grauman, o magnata que construiu este luxuoso prédio e diversos outros de Hollywood. Em sua época áurea, dizia-se que ir a Los Angeles e não visitar o Teatro Chinês era como visitar a China e não conhecer a grande muralha. É interessante observar que diversos autógrafos deixados por artistas no concreto (veja ao lado) tem dedicatórias a Sid.
Tudo em Hollywood respira cinema.


Hollywood - Los Angeles

Mais do que o Chinese Theatre, o imenso painel Hollywood, no alto de um morro, tornou-se a principal marca registrada do bairro e da cidade. Mas perca seu tempo tentendo chegar lá, pois o símbolo foi construído para ver visto de longe, e a área não é aberta à visitação. O mais próximo que se consegue chegar para bater algumas fotos é próximo à base do monumento, através das sinuosas ruas que percorrem o bairro e dão acesso às luxuosas mansões e propriedades encasteladas nestas colinas ao norte do bairro.
Los Angeles é cercada também por duas cadeias de montanhas, San Gabriel e Santa Monica. Para ir até lá basta seguir a Mulholland Drive. De sua parte mais alta tem-se uma das melhores vistas da cidade, além de ser um excelente local para caminhadas em meio a natureza. Mais adiante, na junção das auto-estradas 5 e 14, está Six Flag Magic Mountain, parque de diversões com muitas atrações e enormes montanhas russas.
Mais a oeste ficam as regiões de San Fernando Valley (famosa por suas indústrias de computadores e equipamentos high-tech), San Gabriel Valley (que ficou conhecida graças às suas laranjas, limões e nozes) e Pasadena (com lindos jardins e alguns dos melhores museus da cidade).
O bairro de Glendale é famoso por ser a maior comunidade de Armênios fora daquele país, e também pelo seu Forest Lawn, um incrível cemitério-parque-museu. Indo lá não deixe de apreciar a tela A Crucificação, a maior pintura religiosa do mundo, medindo 60 x 13 metros!


INTERESSADOS EM PACOTES TURÍSTICOS PARA QUALQUER LUGAR NOS PROCURE. TRABALHAMOS COM AS MELHORES OPERADORAS TURÍSTICAS, CVC, PNX, AGAXTUR, INTRAVEL E ATÉ A PRÓPRIA SAKS MONTA PACOTES. CONFIRA OU ENTRE EM CONTATO COM A SAKS VIAGENS E TURISMO. VEJA OS NOSSOS PACOTES!



VIAJE BEM! VIAJE SAKS!
(61) 3352-3454/91613691
Email: brasilia_dalma@saks.tur.br
Msn: dalmasb@hotmail.com.br
http://www.saks.tur.br/


Um comentário: