segunda-feira, 23 de novembro de 2009

San Carlos de Bariloche

San Carlos de Bariloche

San Carlos de Bariloche é a principal cidade da Argentina, quando o assunto é turismo. Situada ao norte da região conhecida como Patagônia, na base da cordilheira dos Andes, e a poucos quilômetros da fronteira com o Chile, se alguém pedisse para definir esta localidade bastaria dizer: É a natureza em todo seu esplendor. Uma cidade pequena, rodeada por um conjunto de lagos, montanhas, vegetação e neve, que se uniu na proporção certa para criar um lugar perfeito, cenário ideal para férias de família, luas de mel, ou então fazer aquilo que todos nós no Brasil tanto amamos e sentimos falta: Curtir muita neve!



San Carlos de Bariloche
 
Esta imagem é da praça principal de Bariloche (a mesma que aparece na foto acima), frente à estátua eqüestre do General Roca e da torre do prédio da prefeitura. Todos os prédios na praça tem o mesmo estilo arquitetônico, construídos com pedras. Bem ao lado da prefeitura fica o centro de turismo da cidade, onde você pode passar e pegar mapas, indicações sobre roteiros turísticos da região e dicas sobre hotéis. O ponto alto da temporada turística na cidade acontece entre julho e setembro, mas quem prefere menos movimento vai encontrar muito para fazer por aqui em qualquer época do ano.
 
 

Vista da cidade de Bariloche
 
A rua Mitre, que começa nesta pracinha é a principal de Bariloche. É repleta de lojinhas vendendo roupas de lã, couro, produtos típicos da Patagônia e casas onde se encontram os deliciosos chocolates artesanais. Com a desvalorização do peso em relação ao real tudo está baratíssimo. Restaurantes há vários, mas os mais apetitosos estão na região da rua Palacio e Beschtedt. Experimente o Europa (rua Palacios 149), ou então o Familia Weiss (Palacios esquina com Almte. O´Connor), onde pode-se comer muito bem, acompanhado de ótimos vinhos por um preço super em conta.






Estátua eqüestre do General Roca

Bariloche fica às margens do lago Nahuel Huapi, o principal da região. Existem diversos outros, e um dos passeios turísticos mais conhecidos da região é percorrer a rota conhecida com Sete Lagos, que atravessa um cenário de rara beleza, cruzando o parque nacional Nahuel Huapi e margeando os lagos Espejo, Correntoso, Bailey Willis, Escondido, Villarino, Falkner e Machônico. No final do roteiro aproveite para visitar a pequena vila de San Martin de los Andes, que mais parece uma cidade de brinquedo. A foto é esquerda é do Lago Mascarardi
A primeira casa de um colono no local foi construída em 1895, por Carlos Wiederhold. No dia 3 de maio de 1902 o governo argentino oficializou a fundação de "el pueblo de San Carlos de Bariloche".
 

lago Nahuel Huapi - Bariloche
 
Outro passeio muito bonito é embarcar num destes Catamarans, cruzar o lago Huapi até a ilha Victoria, e conhecer o Bosque dos Arrayanes. Para chegar lá navega-se por cerca de 40 minutos até chegar a Puerto Quetrihue. Lá você vai encontrar árvores com séculos de idade, e com um colorido único e tão especial que dizem ter servido de inspiração a Walt Disney quando foram feitos os desenhos do filme Bambi.



Bosque dos Arrayanes

Um programa que já se tornou clássico ao atravessar as águas do Huapi é alimentar as gaivotas do lago. Arranje um saquinho de biscoitos, vá até a parte superir do catamaram e logo as gaivotas aparecem, começam a se chegar aos poucos, e de repente vápt, numa precisão incrível pegam com o bico todos os biscoitos que você oferecer.

O mais famoso hotel de Bariloche, o Llao-Llao, bem aos pés da montanha conhecida como Cerro López. Mas mesmo que você prefira se hospedar em hotéis mais simples, não há como estar longe das montanhas. Elas cercam Bariloche por todos os lados e parecem que estão o tempo todo nos convidando a ir até lá. As montanhas mais famosas da região são o Cerro Tronador (3.554 metros de altitude), Cerro Catedral (2.388 m), e Cerro Otto (1.045 m). À noite, para descansar das neves, que tal tentar sua sorte no Cassino de Bariloche?



atravessar as águas do Huapi é alimentar as gaivotas do lago


A Argentina não é dividida em estados, como no Brasil. O país é formado pelas chamadas Províncias Administrativas. Bariloche fica a duas horas de vôo de Buenos Aires, na província de Rio Negro, que junto com as províncias de Chubut e Santa Cruz, mais ao sul, formam a região da Patagônia. Esta é uma das partes mais belas do país, e quem tiver tempo deve pensar em alugar um carro, ou pegar uma excursão na direção sul do país para conhecer o magnífico Parque Nacional Los Glaciares. A cidade também serve de passagem para o Chile. A estrada 231 cruza a fronteira da Argentina e segue pela 215 até a cidade chilena de Osorno. De lá é possível seguir pela auto-estrada 5 até Santiago, capital do Chile.




Parque Nacional Los Glaciares - Bariloche

Esta foto foi batida na Avenida Connor, ao lado da catedral da cidade. Ela foi construída bem em frente ao lago Huapi, e este é um dos trechos mais bonitos da cidade para um caminhada. Em termos de hotéis Bariloche oferece opções para todos os gostos. Uma boa alternativa para quem vai com toda a família ou quer mais espaço é alugar um dos "bungalows" às margens do lago. O Los Arcos (Av. Los Pioneros 3370) é um dos mais completos neste gênero. Se você prefere um hotel mais central experimente o Aconcágua (rua San Martin 289), que de tão acolhedor só falta carregar os hóspedes no colo, além de ter um preço muito em conta.




Avenida Connor - Bariloche

A imagem à esquerda é do Cerro Catedral, a montanha preferida dos esquiadores e turistas. Fica bem perto de Bariloche, a cerca de 20 km do centro da cidade. Para chegar lá você pode pegar um "remi", que é como são chamados os taxis com tarifa fixa. O trajeto até a base do morro é barato, sai por cerca de 5 dólares, ou então pegue o ônibus (linha Catedral) que sai do centro e vai direto até lá. Da base até o topo da montanha você pode escolher sua forma de transporte. Durante a temporada de esqui todas as linhas de "cadeirinhas suspensas" estão funcionando, cada uma para uma parte diferente da montanha.




Cerro Catedral


INTERESSADOS EM PACOTES TURÍSTICOS PARA QUALQUER LUGAR NOS PROCURE. TRABALHAMOS COM AS MELHORES OPERADORAS TURÍSTICAS, CVC, PNX, AGAXTUR, INTRAVEL E ATÉ A PRÓPRIA SAKS MONTA PACOTES. CONFIRA OU ENTRE EM CONTATO COM A SAKS VIAGENS E TURISMO. VEJA OS NOSSOS PACOTES!


VIAJE BEM! VIAJE SAKS!
(61) 3352-3454/91613691
Email: brasilia_dalma@saks.tur.br
Msn: dalmasb@hotmail.com.br
http://www.saks.tur.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário